Dicas

A tinta descascou, porquê e como resolver

Por vezes, após se pintar uma superfície, a tinta pode começar a descascar, esse fenómeno pode ocorrer devido a várias causas, portanto, é importante que se analise muito bem a sit...

Tinta a descascar

A tinta descascou, porquê e como resolver

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Por vezes, após se pintar uma superfície, a tinta pode começar a descascar, esse fenómeno pode ocorrer devido a várias causas, portanto, é importante que se analise muito bem a situação para que se consiga perceber qual ou quais as causas que provocaram esse acontecimento, e assim rectificar o que está mal.

Tinta a Descascar

Recebo bastantes contactos de pessoas a perguntarem-me, porque é que a tinta que aplicaram começou a descascar, após ter sido aplicada. Esta não é uma pergunta com uma resposta fácil, porque para que isso tenha acontecido, teve que existir uma causa, que pode ser de vários tipos.

Neste artigo vou tentar explicar quais os problemas que podem causar esse efeito, e como os resolver.

As situações mais comuns para que estas situações aconteçam, são: a pintura ser feita sobre superfícies poeirentas, rebocos novos não selados, paredes de gesso não seladas, paredes com humidade retida, paredes demasiado quentes, e superfícies que não foram devidamente preparadas. Nestes casos, a tinta ao secar não adere devidamente ao suporte, e por isso solta-se com muita facilidade.

A tinta descascou, porquê e como resolver

Causas Prováveis e Possíveis Soluções

Problema: A tinta começa a descascar da superfície, parcialmente ou na sua totalidade.

Causas Prováveis Possíveis Soluções
Paredes Exteriores e Interiores
A pintura foi efectuada sobre uma superfície demasiado quente. Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, e voltar a pintar apenas quando as paredes estiverem numa temperatura aconselhada pela tinta que se estás a aplicar.
Houve uma preparação inadequada da superfície a ser pintada. Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, e preparar devidamente a superfície conforme o tipo de superfície que se está a pintar.
A superfície estava contaminada com gorduras ou partículas soltas. Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, limpar muito bem a superfície com produtos adequados e voltar a pintar.
A pintura foi realizada sobre uma superfície com humidade. Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, deixar secar muito bem as paredes, aplicar um primário adequado e voltar a pintar. Nestes casos deve-se descobrir o que está a causar o aparecimento dessa humidade (rachas nas paredes, telhas partidas, fugas na canalização, etc.), e resolver o problema antes de voltar a pintar.
A superfície estava poeirenta. Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, limpar muito bem as paredes para retirar poeiras, gorduras, ou restos de tinta velha, e voltar a pintar.
O reboco era novo e ainda não estava selado. Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, deixar secar muito bem o reboco, aplicar 1 demãos de um primário apropriado para rebocos, e finalmente aplicar 2 ou 3 demãos de uma tinta de acabamento.
As paredes eram de gesso cartonado e não levou a preparação adequada. Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, lixar suavemente toda a área para a uniformizar, aplicar um primário promotor de aderência indicado para este tipo de suportes, deixar secar, e depois voltar a pintar.
Madeiras, Metais e Outros Suportes
Madeiras

  • Falta de preparação da superfície (Ex: falta de lixagem, primário);
  • Superfície contaminada com gorduras ou partículas soltas;
  • Superfícies com húmidade retida;
  • Superfícies poeirentas;
Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, lixar toda a área para a uniformizar, aplicar um primário promotor de aderência indicado para este tipo de suportes, deixar secar, e depois pintar com uma tinta adequada, lixando suavemente entre demãos.
Metais

  • Falta de preparação da superfície (Ex: falta de lixagem, primário);
  • Superfície contaminada com gorduras ou partículas soltas;
  • Superfícies com ferrugem;
  • Superfícies poeirentas;
  • Primário inadequado;
Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, lixar toda a área para a uniformizar, aplicar um primário indicado para o tipo de suportes, deixar secar, e depois pintar com uma tinta adequada, lixando suavemente entre demãos.

No caso dos metais, existem metais ferrosos e não ferrosos (galvanizados), pelo que o primário e/ou a tinta tem que ser a indicada, conforme seja um ou o outro caso.

Outros suportes (vidro, azulejo, plástico, pisos, etc.

  • Falta de preparação da superfície (Ex: falta de lixagem, primário);
  • Superfície contaminada com gorduras ou partículas soltas;
  • Superfícies com humidade retida;
  • Superfícies poeirentas;
  • Primário inadequado;
Retirar toda a tinta que se está a soltar ou com má aderência, lixar toda a área para a uniformizar, aplicar um primário indicado para o tipo de suporte, deixar secar, e depois pintar com uma tinta adequada, lixando suavemente entre demãos.

Normalmente, os problemas mais comuns que podem estar na origem do descascamento da tinta numa pintura, são os acima referidos, no entanto podem existir outros, portanto, é importante verificar se é algum dos casos acima que estará na origem do seu problema, caso não seja, aconselho que contacte um técnico especializado para fazer uma avaliação no local.

[/vc_column_text][vc_column_text]

Antes de aplicar um produto é muito importante que leia a respectiva ficha técnica, e respeitar as informações dadas pela marca.
Pode encontrar as fichas técnicas dos produtos das principais marcas aqui no site, ou nos sites dos fabricantes.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Tem alguma dúvida?

Na nossa base do conhecimento poderá encontrar resposta para as questões mais frequentes.

Ver Base do Conhecimento

Mensagens: 15

  1. Sofia
    Sofia
    25 Setembro, 2020 às 07:35

    Bom dia contratei um pintor para pintar as portas ombreiras, rodapés e janelas em branco… Acontece que em cada movimento ou utilização a tinta começa a sair… com simples gestos como estar a limpar com um pano ou passar com as unhas… Enfim… a obra foi à cerca de 2 semanas…após contatar com a pessoa ela diz que está ótima. Alguém pode ajudar?

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      25 Setembro, 2020 às 15:15

      Boa tarde Sofia,

      Óptimo não pode estar porque esta não é uma situação normal. Não é aceitável que apenas limpando a superfície a tinta descasque. Se a tinta se está a soltar é porque o trabalho não foi efetuado de uma forma correta. Pode ter acontecido um de vários problemas conforme pode ler neste artigo. Veja se alguma das causas prováveis que enumeramos acima se terá verificado.
      Infelizmente, resta-lhe fazer pressão junto do pintor para ele resolver o problema. Tente fazer perceber que a situação não é normal e que terá que voltar a fazer o trabalho.

      Disponha sempre.
      Tintas e Pintura

      Responder
  2. Rogerio
    Rogerio
    7 Julho, 2020 às 02:27

    Op. a pintura da parede do suite do meu quarto fica toda enrugada quando a umidade do ar aumenta e assim que diminuem a umidade ela volta ao normal .gostaria oque causa isso e oque posso fazer pra acabar cm este problema.

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      7 Julho, 2020 às 16:02

      Boa tarde Rogério,

      O problema é mesmo da humidade que existe na parede. Terá que analisar para encontrar a origem dessa humidade e resolver o problema aí. A parede está em contacto com o exterior? A parede está em contacto com casa de banho?
      Conforme o problema assim a solução.

      Disponha sempre.
      Tintas e Pintura

      Responder
  3. Cândida Souto Morais
    Cândida Souto Morais
    29 Junho, 2020 às 12:30

    Bom dia!
    Há 2 anos pintei a tejoleira da cozinha e da casa de banho. Comprei a tinta na vossa loja e ficou impecável.
    Presentemente, está cheia de riscos e a sair. Comprei a mesma tinta na vossa loja, mas estou com receio de aplicar sem que me digam o que fazer.
    Posso lavar o chão ,deixar secar e aplicar. Ou tenho que fazer mais alguma coisa?
    Aguardo a vossa ajuda. Obrigada. Candida souto

    Responder
  4. Rui Correia
    Rui Correia
    12 Março, 2020 às 18:03

    Tenho um telhado em Telha sandwich adquirido na Mundiperfil/Barcelos em que Informaram-me inicialmente tinha uma garantia de 12 anos (que era para vender). Adquiri a telha no formato a imitar a telha cerâmica e após 3 anos, começou toda a descascar, dai que após abordar a empresa informaram-me que apenas tinha 2 anos, pondo-se de fora a responsabilidade.
    Perante a situação agradecia um conselho sobre qual a tinta a utilizar, de maneira que seja o menos dispendioso possível.
    Obrigado

    Responder
  5. Diana Vieira
    Diana Vieira
    25 Setembro, 2017 às 09:59

    Bom dia,

    estão a aparecer em paredes interiores da casa (construção nova) uns relevos que parecem ser bolhas (se bater com a unha soa a oco). A casa é nova (construída em 2015/ 2016), pintura também. Não aparece em todas as paredes da casa, e nem é uma coisa uniforme por parede.
    Os pintores dizem lixaram, deram massa, voltaram a lixar, deram primário e pintaram. Não são bolhas muito grandes, mas sobretudo numa parede são muitas, e como a casa é nova… De referir que antes da pintura, a casa esteve aproximadamente 2 meses com desumidificadores ligados ininterruptamente, pelo que não acredito que seja humidade.

    Obrigada

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      25 Setembro, 2017 às 15:47

      Olá Diana

      Sim, realmente não parece que seja humidade, talvez um reacção dos materiais aplicados, talvez alguma incompatibilidade entre materiais, só um técnico no local poderá identificar o problema.

      Melhores cumprimentos e disponha sempre.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Responder
      • Diana Vieira
        Diana Vieira
        25 Setembro, 2017 às 16:49

        Obrigada pela resposta. Qual o técnico mais aconselhado? É que estou a pensar em reunir pintor, pedreiro e trolha para chegarem os 3 a alguma solução.

        Cumprimentos,

        Responder
        • Tintas e Pintura
          Tintas e Pintura • Autor •
          27 Setembro, 2017 às 21:57

          Olá Diana

          Depende das competências desses profissionais, o ideal era contactar o que saiba que materiais foram aplicados nas paredes, para fazer uma análise à possível incompatibilidade entre os produtos.

          Melhores cumprimentos e disponha sempre.

          Carlos Santana
          Tintas e Pintura

      • ALEXANDRE DAMIAO
        ALEXANDRE DAMIAO
        3 Novembro, 2019 às 11:05

        alexandredamiao1975@gmail.com bom dia eu me chamo ALEXANDRE NA CASA DO MEU SOGRO AS PAREDES NAO TEM HUMIDADE SO QUE ESTA DESCASCANDO AS PAREDES DENTRO E FORA DA CASA QUAL PRODUTO EU POSSO USAR PRA ACABAR COM O PROBLEMA eu queria receber catalagos de pinturas da empresa de voces obrigado

        Responder
  6. luciane
    luciane
    21 Setembro, 2017 às 23:12

    Boa noite. Estou com um problema serio com a pintura da cozinha. Foi passado uma tinta, e soltou, a propabilidade e que seja por causa da gordura. Ja foi lixada a parede, mas a outra tinta continua a soltar. Como posso fazer para que a pintura segure agora na parede?

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      22 Setembro, 2017 às 23:44

      Olá Luciane

      Deverá retirar a tinta antiga, por exemplo com a ajuda de uma espátula, depois limpar muito bem a parede para não ficar nenhum pó, nem partículas soltas, aplicar um primário isolador/promotor de aderência, e finalmente pintar.

      Melhores cumprimentos e disponha sempre.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Responder
    • Manoel martiniano moura
      Manoel martiniano moura
      23 Setembro, 2017 às 02:37

      Limpa com desengordurante depois lave com a vape aquela que dá pressão na agua. Depois dê uma boa lixada, em seguida depois de seco aplique o fundo preparador depois faça a pintura e verás que não vai soltar.

      Responder
Responder a Cândida Souto MoraisCancelar

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

As minhas cores favoritas