Cores

Exteriores, 7 passos para escolher a sua cor

A fachada é um elemento essencial do património arquitetónico, importante de preservar. As superfícies exteriores são submetidas a condições extremas: sol, raios UV, chuva e humida...

Exteriores, 7 passos para escolher a sua cor

A fachada é um elemento essencial do património arquitetónico, importante de preservar. As superfícies exteriores são submetidas a condições extremas: sol, raios UV, chuva e humidade; responsáveis pela sua degradação. Nesse sentido é muito importante preservar as paredes exteriores com bons materiais, incluindo as tintas e primários.

Para além de preservarem, as tintas tem também a possibilidade de darem cor às paredes, oferecendo um aspeto mais decorativo e atraente às nossas casas.

COMBINAÇÃO 60.30.10.

Uma combinação equilibrada de cor para exterior contém três cores principais em proporções diferentes. Opte por uma cor dominante que deve preencher 60% do espaço (ex: fachada). Uma outra cor secundária (30%) deve ocupar por exemplo, rodapés, molduras, socos ou cunhais. Com o peso de 10% de uma outra cor devem estar detalhes, como portas e janelas. Considere sempre esta regra de harmonia para selecionar cor na medida certa.

O EFEITO DA LUZ

No exterior as cores parecem por norma mais claras, por isso aconselhamos que escolha a cor final da sua fachada no local onde vai ser aplicada nas condições reais de luz e em vários momentos do dia (manhã, tarde e fim do dia) para testar todas as variações que podem ocorrer.

ORIENTAÇÃO DO EDIFÍCIO

Ao escolher a cor da fachada tenha em consideração a orientação da casa. Por exemplo, quando as faces do edifício estão viradas a Sul as cores vão parecer mais quentes, quando viradas a Norte irão parecer mais frias.

ESPAÇO ENVOLVENTE

Tenha em atenção o tipo de ambiente (urbano ou rural, moderno ou histórico…) onde a casa se insere, a sua arquitetura (tipologia e estilo de construção), bem como a natureza existente e a geografia (paisagem e clima). Pode preferir que a fachada se destaque das outras. No entanto, sugerimos que a seleção de cor fique em harmonia com o espaço que o rodeia.

REALÇAR MATERIAIS NOBRES

Opte por cores que valorizem os materiais existentes na fachada, como o granito, calcário, mármore; que por norma não são pintados. O ideal será escolher um tom contrastante ao do material a destacar.

ESCONDER OBJECTOS

Pode ocultar elementos que considere pouco harmoniosos, como caixas de contadores de água e electricidade, caleiras e condutores, pintando-os da mesma cor ou num tom similar à cor que rodeia o objecto.

TESTE DE COR

A textura da superfície altera a aparência de cor devido aos efeitos de luz e de sombra, além de que pintar uma fachada é sempre um investimento superior ao da pintura de uma divisão interior. Por isso, recomendamos sempre a realização de um teste de cor antes da aplicação final.

Tem alguma dúvida?

Na nossa base do conhecimento poderá encontrar resposta para as questões mais frequentes.

Ver Base do Conhecimento
Deixe a Sua Mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

As minhas cores favoritas