Cores > Dicas

Exteriores, 7 passos para escolher a sua cor

A fachada é um elemento essencial do património arquitetónico, importante de preservar. As superfícies exteriores são submetidas a condições extremas: sol, raios UV, chuva e humida...

Exteriores, 7 passos para escolher a sua cor

A fachada é um elemento essencial do património arquitetónico, importante de preservar. As superfícies exteriores são submetidas a condições extremas: sol, raios UV, chuva e humidade; responsáveis pela sua degradação. Nesse sentido é muito importante preservar as paredes exteriores com bons materiais, incluindo as tintas e primários.

Para além de preservarem, as tintas tem também a possibilidade de darem cor às paredes, oferecendo um aspeto mais decorativo e atraente às nossas casas.

COMBINAÇÃO 60.30.10.

Uma combinação equilibrada de cor para exterior contém três cores principais em proporções diferentes. Opte por uma cor dominante que deve preencher 60% do espaço (ex: fachada). Uma outra cor secundária (30%) deve ocupar por exemplo, rodapés, molduras, socos ou cunhais. Com o peso de 10% de uma outra cor devem estar detalhes, como portas e janelas. Considere sempre esta regra de harmonia para selecionar cor na medida certa.

O EFEITO DA LUZ

No exterior as cores parecem por norma mais claras, por isso aconselhamos que escolha a cor final da sua fachada no local onde vai ser aplicada nas condições reais de luz e em vários momentos do dia (manhã, tarde e fim do dia) para testar todas as variações que podem ocorrer.

ORIENTAÇÃO DO EDIFÍCIO

Ao escolher a cor da fachada tenha em consideração a orientação da casa. Por exemplo, quando as faces do edifício estão viradas a Sul as cores vão parecer mais quentes, quando viradas a Norte irão parecer mais frias.

ESPAÇO ENVOLVENTE

Tenha em atenção o tipo de ambiente (urbano ou rural, moderno ou histórico…) onde a casa se insere, a sua arquitetura (tipologia e estilo de construção), bem como a natureza existente e a geografia (paisagem e clima). Pode preferir que a fachada se destaque das outras. No entanto, sugerimos que a seleção de cor fique em harmonia com o espaço que o rodeia.

REALÇAR MATERIAIS NOBRES

Opte por cores que valorizem os materiais existentes na fachada, como o granito, calcário, mármore; que por norma não são pintados. O ideal será escolher um tom contrastante ao do material a destacar.

ESCONDER OBJECTOS

Pode ocultar elementos que considere pouco harmoniosos, como caixas de contadores de água e electricidade, caleiras e condutores, pintando-os da mesma cor ou num tom similar à cor que rodeia o objecto.

TESTE DE COR

A textura da superfície altera a aparência de cor devido aos efeitos de luz e de sombra, além de que pintar uma fachada é sempre um investimento superior ao da pintura de uma divisão interior. Por isso, recomendamos sempre a realização de um teste de cor antes da aplicação final.

Ainda tem alguma dúvida?

Depois de ler o nosso artigo, se ainda ficou com alguma dúvida, consulte a nossa “Base do Conhecimento”. Nessa página encontrará resposta para as questões mais frequentes.

Base do Conhecimento
Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

Cores Favoritas

As minhas cores favoritas

      Ainda não adicionou nenhuma cor à sua lista de favoritos!