Ajudamos a Pintar Portugal Desde 2005

Pavimentos > Pintar

Pintar Pavimentos Interiores

Pintar um pavimento numa zona interior pode ser uma boa solução para algumas situações, no entanto, para fazer esse trabalho deve ter em conta alguns aspetos muito importantes, tais como: o tipo do suporte; a finalidade; o aspeto pretendido; a tinta mais indicada; entre outros. No caso dos pavimentos de cimento e betão, existem tintas […]


Pintar pavimentos

Pintar Pavimentos Interiores

Pintar um pavimento numa zona interior pode ser uma boa solução para algumas situações, no entanto, para fazer esse trabalho deve ter em conta alguns aspetos muito importantes, tais como: o tipo do suporte; a finalidade; o aspeto pretendido; a tinta mais indicada; entre outros.

No caso dos pavimentos de cimento e betão, existem tintas à venda que se denominam especificamente “para pavimento” e que já facilitam o primeiro passo da sua escolha, mas não é tudo…

Além disso, existem tintas para fins específicos, por exemplo: tintas que proporcionam uma simples “fixação” do suporte; para preservá-lo e/ou ser mais fácil de limpar; tintas que permitem pintar a rampa de uma garagem e que têm que ser muito mais resistentes; entre muitas outras.

Outro fator importante é o tipo de solvente, com o qual prefere trabalhar, uma vez que existem tintas de base solvente e de base aquosa. Este ponto é importante, por exemplo, quando pintamos espaços fechados, ou quando a tinta vai estar em contacto com alimentos. Nestes casos, deve-se utilizar tintas de base aquosa, que são muito menos tóxicas e com cheiro pouco intenso.

Pintar Pavimentos no Interior

Análise do Trabalho – Passos a Seguir

O estudo completo do suporte a pintar é muito importante, pois permitirá selecionar corretamente o sistema de pintura a aplicar.

Os aspetos a considerar são:

  1. Determinar o tipo de projeto, as necessidades estéticas e de utilização final: definir se o trabalho a realizar é uma obra de raiz ou de reabilitação, e definir a utilização final da superfície, a fim de determinar o nível de tráfego, a resistência à exposição a raios UV se no exterior, o grau de resistência química e mecânica e os tipos de acabamento (brilho, tratamento antiderrapante, facilidade de limpeza, etc.).
  2. Analisar a natureza do suporte e dos aspetos fundamentais que condicionarão um ou outro tipo de preparação.
  3. Estudar a neutralidade do produto: a norma vigente, as condições do ambiente de aplicação, os rendimentos, os tempos de trabalho e a proporção da mistura dos produtos selecionados.
Importante

Antes de aplicar uma tinta, verniz ou primário, leia sempre a documentação tecnica fornecida pelo fabricante do produto. Nesta poderá encontrar as informações necessárias para aplicar o produto, cuidados a ter, condições de aplicação entre outras informações também importantes. Siga sempre as instruções dadas pelo fabricante.

Ver Fichas Técnicas

TINTAS PARA PAVIMENTOS (Alguns Exemplos)
Aplicação Principal Tipos de Tinta (base) Utilização
Fixar, Proteger Acrílica Sótãos (sem humidade) ou lugares de trânsito baixo
Proteger de Agentes Químicos Borracha Clorada Pavimentos de uso industrial, etc.
Superfícies com Trânsito Elevado Epóxi (2 compunentes) Garagens e outras zonas com trânsito elevado
Superfícies em Locais Sensíveis Epóxi (2 compunentes de base aquosa) Hospitais, Fábricas Alimentos, Casa, etc.
Piscinas Desportivas Acrílica (Piscinas) Espaços desportivos ou interiores que aconselhem este tipo de tinta/pintura

Como Pintar um Pavimento

Preparação do Suporte

A preparação do suporte é, como sempre, um aspeto vital para alcançar um bom resultado na pintura. A durabilidade de um revestimento para pavimentos depende essencialmente da preparação da superfície. Tenha em atenção os pontos abaixo;

Estado do pavimento

Quando se trata de um pavimento antigo, limpá-lo com detergente e enxaguá-lo bem a seguir. Se quiser pintar novamente sobre uma tinta em bom estado, aplicar um polimento suave para matizar bem a superfície. Se a tinta não estiver em bom estado, será necessário retirá-la com uma máquina especial (mediante polimento, fresagem, projeção de jato, etc.). Poderá ver a tabela abaixo para mais informações.

Porosidade do pavimento

A tinta para pavimentos funciona por impregnação do suporte. Se o pavimento se encontrar polido, deverá abrir os poros e, para esse efeito, o procedimento mais simples é esfregá-lo com uma escova metálica, se mesmo assim não for suficiente, deverá usar-se por exemplo, meios mecânicos ou outro sistema mais indicado para o caso. Poderá ver a tabela abaixo para mais informações.

Humidade

Se ainda não tiverem passado 25 dias após ter colocado o novo cimento (que é o tempo mínimo recomendado para pintá-lo), é normal que o pavimento esteja húmido. A humidade é frequentemente visível através da presença de eflorescências, que são manchas brancas sobre a superfície. Estas marcas são produzidas pela água que, ao sair para o exterior durante o processo de secagem, arrasta os sais que estão presentes na mistura. Para além de indicar a existência de humidade, essa presença de sais altera a tinta.

Para eliminar essas eflorescências, pode usar ácido clorídrico dissolvido em 20% de água (2 partes de ácido clorídrico / 8 de água). Se o pavimento for muito poroso, convém molhá-lo bem com água antes de proceder à limpeza com esta solução ácida, caso contrário o sal pode ser reabsorvido. Este procedimento, para além de limpar, contribui para tornar ainda mais poroso o suporte. Para terminar, enxaguar o pavimento com água abundante e secá-lo o mais possível.

Se o pavimento já for antigo e apresentar habitualmente um aspeto húmido, com eflorescências, convém escolher uma tinta acrílica ou de borracha clorada.

Limpeza

É de extrema importância que antes de pintar se limpe muito bem o chão, pode ser aspirado para se retirar a maior parte do pó ou pedrinhas que possam existir e depois deve ser lavado muito bem com água e um detergente neutro para o chão. Deixe secar antes de começar a pintar.

Problemas e Durabilidade

A durabilidade de um revestimento para pavimentos depende essencialmente da preparação da superfície.

Para obter uma preparação adequada do suporte, é necessário proceder primeiramente a uma análise das possíveis patologias desse suporte, e avaliar as necessidades de preparação que serão necessárias efetuar. Abaixo pode-se ver uma tabela das principais patologias assim como as soluções possíveis.

PROBLEMAS MAIS COMUNS (SUPORTES DE BETÃO
Problema Descrição Preparação da Superfície
Falta de porosidade

Falta de porosidade do suporte, que impede a penetração da tinta e não permite uma boa ancoragem.
  • Lixagem rotativa: rebaixamento superficial do suporte, através de máquina rotativa, à qual se acoplam discos de mineral abrasivo, a fim de abrir os poros e obter o grau de rugosidade desejado.
  • Jacto de areia: projeção de um jato de areia de sílica sobre a superfície do suporte, usando um compressor de caudal variável.
  • Água a alta pressão: projeção de água sobre o suporte, a uma pressão aproximada de 150 atmosferas, através de um dispositivo equipado com um bocal especial.
  • Granalhagem: projeção de partículas de aço contra a superfície de betão. A superfície desejada é obtida em função do tamanho, do tipo e da quantidade de granalha, bem como do caudal da máquina.
  • Fresagem: efetua-se com uma máquina equipada com um tambor rotativo, provido de segmentos com ponta metálica de elevada dureza.
Ausência de coesão superficial / irregularidades Em suportes de betão, a resistência à tração deve ser superior a 1MPa (=1 daN/cm2), e em suportes de argamassa de cimento, deve ser superior a 0,5 Mpa.
  • Fresagem: Eliminar as zonas sem coesão, através de fresagem profunda do suporte, até atingir o nível necessário.
Existência de micro-fissuras e fissuras Geradas por falta de juntas quando se produzem movimentos de contração e dilatação, devido a mudanças de temperatura.
  • Reparar a superfície com produtos adequados. Pode ser necessária a criação de uma junta de dilatação e/ou também a aplicação de uma malha de fibra de vidro com resistência alcalina.
Sujidade, pó, materiais soltos e restos de calda de cimento em pavimentos de betão Especialmente em trabalhos de repintura em pavimentos industriais.
  • Eliminação de pó: através de aspiração do suporte com um aspirador industrial.
  • Eliminação de gorduras e/ou óleo: através de granalhagem ou limpeza química com um detergente alcalino.
  • Eliminação da calda de cimento: mediante lixagem com sistema mecânico ou granalhagem.
Existência de óxidos superficiais Por contacto do ferro com a humidade.
  • Eliminação do óxido: através de uma limpeza com um desengordurante adequado.
Humidade residual Em pavimentos novos de betão, este deve curar pelo menos 3 semanas, uma vez que qualquer vestígio de humidade impede uma boa penetração e ancoragem da tinta. Para pintar um pavimento de betão, é necessário que se encontrem cumpridas as seguintes condições ambientais:

  • Humidade do suporte: < 10% (idealmente < 5%).
  • Temperatura do suporte: entre 10º C e 35º C.
  • Humidade relativa: < 85%.
  • Eliminar a humidade. É possível reduzir a humidade de um suporte por meio de ventilação ou usando um secador industrial. É necessário utilizar um desumidificador para eliminar a humidade ambiental gerada.
Alcalinidade devido à humidade por capilaridade A humidade tem origem no próprio suporte.
  • Aconselhamos a realização de um estudo técnico prévio.
Desníveis, irregularidades, enrugamentos, rugosidades
  • Aconselhamos a realização de um estudo técnico prévio.
Incompatibilidade de produtos em superfícies já pintadas
  • Ensaio prévio: é preciso realizar um ensaio prévio de compatibilidade entre o produto existente e o novo produto a aplicar.
  • Eliminar as tintas antigas: em caso de incompatibilidade, é necessário eliminar as tintas antigas.

Aplicação da Tinta

Para todos os tipos de tinta pode utilizar rolo, trincha ou pistola. Verificar as características do solvente recomendado pelo fabricante e fazer conforme indicado pelo mesmo, para saber informações detalhadas sobre o produto que vai utilizar consulte a ficha técnica desse produto.

Primeira Demão

a primeira camada a aplicar é essencial para promover uma boa aderência e consolidação do substrato. Esta evitará também a transferência de ar durante a consolidação plástica do revestimento, impedindo assim a aparição de pequenas bolhas no acabamento

A primeira demão deve ser sempre aplicada com uma diluição maior, para uma ótima impregnação no suporte.

Tentar não diluir uma quantidade de tinta maior do que aquela necessária para a demão.

O rendimento estimado das tintas de pavimento, consoante as condições de absorção do suporte, situa-se entre 10 e 12 m² por litro.

Deve começar a pintar da zona mais longe para a zona mais perto da saída, é muito importante não pisar a tinta fresca.

Demãos Seguintes

A camada intermédia é necessária quando se deseja aumentar a eficácia da espessura do sistema, a sua impermeabilidade, e ajudar a selar qualquer porosidade existente.

É possível que a porosidade do pavimento o obrigue a aplicar não só uma segunda como também uma terceira demão de tinta. Convém respeitar o tempo de secagem entre cada demão.

Lembre-se que o tempo de secagem é estabelecido de acordo com condições de temperatura e humidade médias (geralmente, temperatura de 20° e humidade de 60%). Se pintar em locais frios e húmidos, aumentar o tempo de secagem.

A camada de acabamento é a última camada do sistema, cuja função é conferir resistência química e mecânica, bem como o aspecto decorativo desejado.

Deixe secar muito bem antes de pisar a superfície.

Precauções

Mantenha o local muito bem ventilado, utilize sempre luvas e máscara quando manipular produtos tóxicos.

Leia Também

 21 Mensagens

  1. Antonio
    Antonio
    30 Junho, 2020 às 19:06

    Tenho tijoleira porosa no chão do jardim por onde também passa o carro, é feio e tem várias tonalidades e mancha-se com muita facilidade por isso a mulher gostava de o pintar. Qual será o esquema correto a utilizar e o tipo de tinta. Obrigado

    Responder
  2. Patrícia
    Patrícia
    16 Janeiro, 2019 às 00:17

    Olá! Eu tenho uma cozinha de 1991,com uma cerâmica já com um bom tempo e gostaria de saber se era possível obter novos resultados, pintando o chão. Mas que materiais usar e como?

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      17 Janeiro, 2019 às 18:54

      Olá Patrícia,

      Sim é possível, embora esse trabalho deva ser feito por profissionais, uma vez que os produtos necessário são bastante dispendiosos e requerem experiência e cuidados especiais na sua aplicação.

      Aconselhamos que contacte dois ou mais profissional na sua zona e solicite um orçamento.

      Caso não lhe agrade o valor, existe outra solução, que passa por colocar um novo piso cerâmico por cima do antigo. Esta solução é melhor, uma vez que dura muito mais tempo.

      Melhores cumprimentos.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

  3. Joaquim Bolota
    Joaquim Bolota
    16 Outubro, 2017 às 15:26

    Boa tarde,
    Qual a melhor opção para tratar um chão de cimento num wc.
    Não quero perder a tonalidade do próprio cimento (terá que ser incolor), e ter em conta que o chão do duche é o próprio chão de cimento, logo terá que ser impermeavel.
    Obrigado

    Responder
  4. Verena Basto
    Verena Basto
    7 Junho, 2017 às 18:43

    Olá! Queria pintar um pavimento de tijoleira vidrada branca. Parece-me impossível pelo que tenho pesquisado, o que vocês acham? eu só queria pintar uns desenhos tipo stencil, mas como é no chão é complicado. Se tiverem alguma dica era bom..obrigada

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      8 Junho, 2017 às 19:29

      Olá Verena,

      Impossível não é, mas dará bastante trabalho, principalmente por apenas serem uns desenhos. Repare que o pavimento ao ser vidrado a tinta não adere, por essa razão é necessário criar uma ancoragem para a tinta, no artigo acima explico como o pode fazer.
      Assim, teria que marcar no chão os locais/desenhos que prende pintar, criar essa ancoragem, depois aplicar o primário e finalmente pintar com uma tinta adequada a pavimentos transitáveis.

      Melhores cumprimentos e disponha sempre.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

  5. Daniel Padilha
    Daniel Padilha
    10 Fevereiro, 2017 às 15:44

    Boa tarde,
    Gostaria que me aconselhassem qual o tipo de tinta adequada para a pintura de um polidesportivo.

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      18 Fevereiro, 2017 às 20:15

      Olá Daniel,

      Realmente existem tintas adequadas para esse efeito, no entanto este tema é um pouco especifico e deve ser feita uma avaliação no local, pelo que, aconselho que contacte directameente uma empresa que produza e comercialize este tipo de tintas, como é o caso da CIN. Vá a uma loja própria desta marca, existem em quase todo o país, e aconselhe-se juntos dos seus técnicos.
      Pode encontrar no nosso directório a morada da loja que fique mais perto de si, veja aqui: http://diretorio.tintasepintura.pt/?s=&company_category=lojas_proprias_cin&cat=lojas_proprias_cin&search_simple=search

      Melhores cumprimentos e disponha sempre.

      Carlos Santana

  6. mara
    mara
    27 Janeiro, 2017 às 21:14

    quanto é a aplicaçao do m2 tinta vossa?

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      29 Janeiro, 2017 às 17:59

      Olá Mara

      Obrigado pelo seu contato, no entanto nós não fazemos aplicação de tintas. O nosso blogue é apenas uma ferramenta de ajuda para as pessoas que desejem fazer um trabalho e precisem de ajuda técnica.

      Melhores cumprimentos e disponha sempre.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

  7. manuel
    manuel
    2 Setembro, 2016 às 21:07

    Amigos o meu arquitecto optou por colocar cimento na sala cozinha e wc Acontece que o trolha aplicou cimento normal sem cor e o objectivo era cinza o que posso fazer para repor o objectivo??

    Responder
  8. Jorge Pinto
    Jorge Pinto
    11 Agosto, 2016 às 18:07

    boa tarde,

    tenho 120m2 exterior, de acesso à garagem em betão marcado c20/ 25.
    que esta a começar a perder a pigmentação. necessito de pintar.
    o que aconselham?

    cumprimentos,
    obg
    Jorge Pinto

    Responder
  9. Ana
    Ana
    18 Abril, 2016 às 18:56

    Boa tarde,
    Pintei um chão de cimento, com tinta própria para pavimento (Sikagard – 570 W pele elástica) e após quatro semanas ainda está pegajosa. Chega mesmo a colar-se às sapatilhas e a levanta-se completamente tipo bolha. Por baixo, aparece uma superfície que parece ter perdido a cor do cimento (está branca) muito arenosa e solta. É possível ter havido alguma reação entre o cimento e a tinta que tenha alterado o cimento? O que posso fazer?

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      18 Abril, 2016 às 19:22

      Resposta enviada por email.

  10. Nuno Ruivo
    Nuno Ruivo
    12 Abril, 2016 às 05:54

    Bom dia, podem-me sugerir algum produto para limpar pavimento, feito de barro. O pavimento é novo ainda não levou tratamento nenhum. Infelizmente ficou sujo com salpicos de primário á base de diluente e tinta a base de água plástica. Obrigado

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      12 Abril, 2016 às 22:33

      Olá Nuno,

      Pode tentar esfregando suavemente utilizando um detergente neutro e uma esponja húmida. No caso dos salpicos do primário de base solvente, poderá tentar com diluente sintético.
      Faça uma experiência prévia, numa zona mais escondida, ou numa peça que tenha a mais, para ver se corre bem.
      Veja também as seguintes soluções; http://www2.jorgealmeida.pt/content/fazer7

      Sempre ao dispor.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

  11. Rui
    Rui
    27 Fevereiro, 2016 às 19:57

    Pintar um chão em cerâmica simplesmente não dá. O material cerâmico e o da junta não sendo iguais vão-se comportar de forma diferente e a tinta não se vai aguentar. O melhor será aplicar outro cerâmico por cima se tal for possível.

    Responder
  12. tania
    tania
    26 Fevereiro, 2016 às 15:15

    Boa Tarde,

    Gostava de saber se posso pintar a tijoleira aplicada na cozinha/sala . a cor é castanha escura e eu gostava de saber se poderia aplicar uma tinta mais clara ..mas dar uma ideia de espaço mais amplo.
    obrigada pela ajuda
    cumprimentos
    tania

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      28 Fevereiro, 2016 às 00:19

      Olá Tania,

      Existem tintas que se podiam adaptar a sua necessidade, mas se deseja fazer um trabalho que seja duradouro e que não venha a ter problemas no futuro, também sou da opinião que deveria pensar em colocar um novo piso cerâmico por cima do antigo, este trabalho é relativamente simples, não faz grande entulho, pó e lixo na casa e fica para sempre.

      Sempre ao dispor.

      Carlos Santana

A Sua Mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

INFORMAÇÃO SOBRE AS MENSAGENS

Se nos contactar nesta página, a nossa resposta será colocada nesta mesma página. A nossa resposta NÃO será enviada por email. Guarda esta página no seu browser, para não se esquecer de onde enviou a sua mensagem. Como alternativa pode contactar-nos por email.

Prefiro enviar um email
ADVERTISEMENT