Pintar

Preparar as Superfícies Interiores (Paredes, Metais e Madeiras) para Pintar

Se vai pintar uma superfície, saiba que existem alguns factores muito importantes para que essa pintura fique bem pintada. Um desses factores é a preparação da superfície. Sem uma...

Preparar Superficie Pintar

Preparar as Superfícies Interiores (Paredes, Metais e Madeiras) para Pintar

Se vai pintar uma superfície, saiba que existem alguns factores muito importantes para que essa pintura fique bem pintada. Um desses factores é a preparação da superfície.

Sem uma preparação adequada o mais provável é que o trabalho final não seja o melhor, mesmo que tenha utilizado materiais de grande qualidade.

Neste artigo vamos indicar-lhe como e como deve fazer para preparar as superfícies antes de as pintar.

Preparar as Superfícies para as Pintar

  • As superfícies devem estar firmes, limpas, secas, sem poeiras, bolores, fungos ou gorduras;
  • Partes soltas ou mal aderidas devem ser eliminadas, raspando-se ou escovando-se a superfície;
  • As imperfeições rasas da superfície devem ser corrigidas com massa apropriada conforme seja no interior ou no exterior;
  • Manchas de gordura devem ser eliminadas com uma solução à base de água e detergente;
  • Partes com bolor ou fungos, devem ser lavadas com lixívia, e a seguir tratadas com uma solução apropriada, (solução anti-fungos);
  • Em determinadas pinturas deve-se eliminar qualquer espécie de brilho, usando-se para isso uma lixa de tipo e grão adequados.

Paredes

Paredes

Sobre Reboco

  • Antes de iniciar a pintura sobre um reboco novo, deve-se aguardar até que o mesmo esteja totalmente seco e curado, o que demora cerca de 30 dias;
  • Se a tinta for aplicada sobre reboco mal curado, provavelmente a pintura descascará, porque a impermeabilidade da tinta dificultará a cura do mesmo, e este tenderá a esfarelar-se sobe a película da tinta;
  • Rebocos com pouco cimento apresentam superfícies pouco coesas, facto que pode ser verificado ao passar a mão sobre o reboco, constatando-se a existência de partículas soltas (grãos de areia). Neste caso, deve-se aplicar uma demão de primário adequado.

Superfícies Novas

  • Certifique-se de que a superfície está seca;
  • Repare todas as fissuras e buracos usando uma massa adequada para interiores tipo esta;
  • Deixe secar e depois passe com lixa de grão fino até nivelar a superfície e a deixar macia;
  • Assegure-se de que as paredes não estão sujas com gorduras e poeiras;
  • Aplique uma demão de primário para uniformizar a absorção da tinta de acabamento.

Superfícies Anteriormente Pintadas

  • Retire a tinta velha mal aderente ou empolada, raspando-a;
  • Passe com lixa de grão fino essas zonas a fim de nivelar a superfície;
  • Se necessário, repare todas as fissuras e buracos usando uma massa adequada para interiores tipo esta;
  • Deixe secar e passe com lixa de grão fino nessas zonas até nivelar a superfície e a deixar macia;
  • Assegure-se de que as paredes não estão sujas com gorduras e poeiras, lavando-as com água e detergente e passando de seguida com água limpa.

Madeiras

pintar madeiras

Superfícies Novas

  • Lixe a madeira no sentido das fibras com uma lixa de grão médio;
  • Preencha nós, fendas e juntas com massa própria;
  • Aplique em seguida uma demão de primário apropriado ou sub-capa;
  • Termine aplicando a nova tinta.

Superfícies Anteriormente Pintadas

  • Retire a tinta velha mal aderente ou empolada. Pode utilizar vários métodos como lixagem ou decapagem;
  • Passe com lixa de grão fino afim de nivelar a superfície, se necessário, use massa própria para preencher fissuras ou buracos;
  • lixe e aplique uma demão de primário ou sub-capa;
  • Termine aplicando a nova tinta;
  • Superfícies brilhantes deverão ser lixadas a fim de lhes retirar o brilho.

Metais

pintar metais

Superfícies Novas

  • Remova bem todas as gorduras que possam existir com um diluente sintético;
  • Use uma escova metálica para remover a ferrugem que exista;
  • Lixe com uma lixa de grão fino toda a área até ficar tudo uniforme;
  • Aplique uma demão de um Primário tipo este, seguindo com atenção as instruções da embalagem;
  • Termine aplicando a nova tinta.

Superfícies Anteriormente Pintadas

  • Retire a tinta velha mal aderente ou empolada. Pode utilizar vários métodos como lixagem ou decapagem;
  • Remova bem todas as gorduras que possam existir com um diluente sintético;
  • Use uma escova metálica para remover alguma ferrugem que exista;
  • Para o tratamento da ferrugem, pode utilizar um produto tipo este “Conversor de Ferrugem”;
  • Lixe com uma lixa de grão fino toda a área até ficar tudo uniforme;
  • Aplique uma demão de um primário apropriado, seguindo com atenção as instruções dadas pelo fabricante;
  • Termine aplicando a tinta de acabamento.

Tem alguma dúvida?

Na nossa base do conhecimento poderá encontrar resposta para as questões mais frequentes.

Ver Base do Conhecimento

Mensagens: 6

  1. Caroline
    Caroline
    23 Janeiro, 2017 às 01:13

    Olá, pintei uma peça de metal com uma tinta spray de uso geral e a tinta não seca totalmente. Foi pintada há cerca de 10 dias e nada. Gostaria de saber se por acaso existe alguma forma de auxiliar neste processo? Algum produto que eu possa utilizar ou o que eu devo fazer nesse caso? Obrigada!

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      23 Janeiro, 2017 às 16:03

      Olá Carolina

      É difícil saber o que correu mal, possivelmente o problema está na tinta, possivelmente não é indicada para o metal onde a aplicou, ou foi pintado de forma incorrecta. Aconselho que limpe/retire toda a tinta aplicada, depois volte a pintar com uma tinta adequada para o tipo de metal da peça. Caso tenha dúvidas leve a peça a uma loja de tintas e solicite ajuda na escolha da tinta mais indicada, pode ser necessário aplicar um primário antes da tinta, dependendo do tipo de metal e da tinta que usar.

      Sempre ao dispor,

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Responder
  2. Maria João
    Maria João
    27 Julho, 2016 às 11:53

    Bom dia,
    Eu preciso de pintar um muro exterior antigo mas com superfície uniforme e sem bolores. Será melhor cobrir com algum material antes de pintar? E que primário e tinta são mais adquados? Foi usada Robbialac no resto da casa e está impecável há 10 anos, agora queria tratar daquele muro.
    Também quero recuperar um varandim antigo em ferro para exterior. Pelo que percebi das vossas instruções, terei que tirar a tinta antiga com lixa ou decapante, remover alguma ferrugem com escova metálica e/ou cinofer, lixar para uniformizar e depois tratar. Certo? Que primário e tinta me aconselham?
    Nunca fiz isto na vida mas acho que consigo e material eu já tenho. Obrigada.
    Maria João

    Responder
  3. Nuno Ruivo
    Nuno Ruivo
    12 Março, 2016 às 18:47

    Boa noite foi a primeira vez que vi fazerem isto, o empreiteiro aplicar massa e rede directamente em cima de tinta plástica nem um fixante, isto após eu ter pedido para me resolver da melhor e mais rápido possível a fachada de um quarto, estamos a falar de 13 m2. Realmente foi rápido. Pois a obra era para me ter sido entregue e Janeiro!!!
    Qual será o resultado…
    Pode me dar a sua opinião.

    Responder
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Autor •
      13 Março, 2016 às 02:19

      Olá Nuno Ruivo,

      Sem saber exactamente que material é que o empreiteiro aplicou, se cumpriu as recomendações técnicas, etc., é bastante difícil dar-lhe uma opinião concreta e realista. Se me disser que material é que foi utilizado poderei dizer-lhe mais alguma coisa.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Responder
Responder a Tintas e PinturaCancelar

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

As minhas cores favoritas