Dicas

Humidade e Salitre, Causas e Tratamentos Possíveis

O salitre, quando surge, é um dos problemas mais complicados de se resolver nas paredes das casas. É de difícil resolução e raramente tem uma solução definitiva . A presença de hum...

Salitre Causas e Tratamento

Humidade e Salitre, Causas e Tratamentos Possíveis

O salitre, quando surge, é um dos problemas mais complicados de se resolver nas paredes das casas. É de difícil resolução e raramente tem uma solução definitiva .

A presença de humidade ascensional nas paredes é uma das patologias que conduz a uma acelerada degradação física e estética dos rebocos e alvenaria, sendo caracterizada por uma mancha de humidade geralmente na base das paredes e pelo aparecimento de manchas esbranquiçadas (eflorescências ou criptoflorescencias).

O que é o salitre e porque aparece?

Os materiais de construção, quando estão em contacto direto com a água ou com um solo húmido, vão absorvendo esta água ou humidade de uma forma bastante rápida. A água vai se evaporando, mas normalmente sobe mais rapidamente pelas paredes do que se evapora, especialmente se existir um clima húmido. É por esta razão que algumas construções dispõem de uma camada isolante, alguns centímetros acima do solo, de modo a isolar a alvenaria da humidade. Nem sempre existe esta proteção ou muitas vezes está defeituosa, não protegendo devidamente a estrutura.
 
Este problema causa frequentemente a completa degradação dos suportes e dos revestimentos que neles tenham sido aplicados.

Salitre, Causas e Tratamento

Como o próprio nome indica, a humidade ascendente é aquela que sobe, mais ou menos entre 50 a 120 centímetros de altura. Esta altura poderá ser menor se a divisão for ventilada ou se a alvenaria tiver menos sais na sua constituição. Contrariamente, a altura pode ser maior se a alvenaria tiver mais sais ou se a evaporação não for possível devido a um revestimento que não seja transpirável ou a um cimento hidrófugo (impermeável à água).

Quando em contacto com o ar, os sais formam manchas de salitre nas paredes, tanto interiormente, verificando-se bolores ou eflorescências, como exteriormente, podendo se verificar a presença de musgos. Os revestimentos vão se degradando ao longo do tempo, podendo mesmo destruir por completo as paredes, tanto mais rapidamente quanto maior o teor de água e sais ascendentes. Este tipo de humidade distingue-se facilmente dos outros tipos, pela extensão de parede que pode afectar.

Algumas Causas

  • Falta ou má construção do pavimento exterior à volta da casa, sem a inclinação devida, a água fica retida junto das paredes ou fundações;
  • Falta de algerozes por onde a água da chuva se desloque, ficando assim junto às paredes ou fundações;
  • As paredes por vezes podem receber humidade devido à falta de uma boa drenagem das águas fluviais ou à existência de rachas nas paredes exteriores;
  • O piso térreo assente diretamente na terra, sem drenagem nem isolamento do chão e das paredes;
  • Existem situações, que devido ao tipo de construção que foi efetuado torna-se impossível resolver o problema;

Para se tratar este problema é necessário descobrir a origem deste mal e tratá-lo, caso contrário, mais cedo ou mais tarde o salitre vai voltar a aparecer nas paredes.

Portanto, se repararmos apenas o reboco, aplicar um isolante e/ou pintarmos, o problema continua lá e o salitre irá voltar a aparecer, isto também porque as paredes no inverno voltarão a receber humidade.

Salitre, Causas e Tratamento

Tratamento

As técnicas mais eficazes contra a humidade ascendente são:

  • Instalação de uma barreira de impermeabilização;
  • Revestimento com rebocos de drenagem;
  • Injecção de um produto hidrófugo;

É importante detectar onde é que as paredes estão a ser alimentadas com água ou humidade e acabar com essa fonte.
 
No pavimento exterior, se normalmente se acumulam águas fluviais junto às paredes, deverá ser feita uma inclinação no chão, para uma boa drenagem periférica das águas se afastarem das paredes.

Salitre, Causas e Tratamento

Barreira de Impermeabilização ou Membrana Estanque

As novas construções já usam este tipo de impermeabilização. Contudo, a aplicação deste tipo de barreira é bastante difícil e complexa para construções já existentes. Esta técnica consiste em:

Barreira de Impermeabilização ou Membrana Estanque
1 Retirar, com a ajuda de um cizel, uma fileira de tijolos da parte inferior da parede ou em realizar uma fenda com uma serra estilo tico-tico;
2 Realizar o trabalho por áreas, um metro de cada vez;
3 Em cada fenda coloque um pedaço da barreira de impermeabilização (revestimento betuminoso hidrófugo, película de metal inoxidável, como o chumbo, ou uma membrana plástica macia ou rija);
4 Se usar uma membrana em rolo, coloque-a sobre todo o comprimento da parede, antes de a cortar;
5 À medida que vai colocando uma tira da membrana na fenda, coloque novamente os tijolos no local de origem, evitando diferenças de cor entre os materiais novos e usados;
6 Preencher posteriormente as juntas com uma argamassa específica para a situação;
7 Aplique um revestimento que permita retardar o aparecimento de salitre: deste tipo;
8 Finalmente, pinte na cor a seu gosto, utilizando uma tinta com boa resistência a limpezas frequentes, por exemplo: esta;

Apesar de esta técnica ser muito eficaz, não pode ser realizada quando as paredes são duplas, instáveis ou muito espessas. Este tipo de trabalho produz muito pó e pode afectar o aspecto geral da casa.

Salitre, Causas e Tratamento

Revestir com Reboco de Drenagem

A fim de prevenir que os sais arrastados pela humidade ascendente possam provocar a destruição do reboco, é imprescindível que este contenha no seu interior uma rede de canais que permitam o alojamento destes sais e facilitem a evaporação da água. Por tudo isto, é importante que o reboco a ser aplicado seja específico para o tratamento de paredes com salitre e humidade, a fim de possibilitar e facilitar a respiração das paredes.

Proceda do seguinte modo
1 Eliminar totalmente os rebocos e pinturas existentes, até cerca de 50 cm acima do extremo superior da mancha produzida pela humidade ascendente e pelos sais.
2 Lavar cuidadosamente com água a pressão moderada.
3 Sobre pedras pouco duras ou alvenaria diversa, coloque uma rede de arame galvanizado presa com pregos, estilo rede de galinheiro. Preencher os buracos existentes com pedaços de tijolo ou pedra e argamassa.
4 Molhar bem o suporte na véspera da aplicação do reboco e novamente antes da aplicação. Depois do suporte ter sido humedecido.
5 Aplique o reboco. Proceda sempre de acordo com as especificações técnicas do produto que utiliza, consulte a ficha técnica do produto. Isto é de grande importância para se obter o resultado desejado. Rebocos indicados: ( webercal sane ou Reabilita RA 05).
6 No caso de querer recobrir o reboco, use um revestimento que permita retardar o aparecimento de salitre: deste tipo.
7 Finalmente, pinte na cor a seu gosto, utilizando uma tinta com boa resistência a limpezas frequentes, por exemplo: esta.

humidade paredes Injecte um hidrofugo

Injectar um Hidrófugo

Este método tem como finalidade de saturar a parte inferior da parede com um produto hidrófugo, (por exemplo: este), a fim de se realizar uma barreira química contra a humidade ascendente capilar presente na alvenaria.

proceda do seguinte modo
1 Faça vários furos 5 centímetros acima do chão e a 10 a 15 centímetros uns dos outros, com um berbequim. Realize os furos num ângulo de 10 a 15 graus e 80% da espessura da parede.
2 Insira os tubos injectores nos furos e instale os doseadores, suspensos, por exemplo, numa tábua. Para evitar que o produto saia, coloque um vedante entre os tubos e a parede, com cimento de secagem rápida.
3 Introduza a resina líquida na parede através destes furos durante mais ou menos 1 hora, confirmando que o líquido não se escapa pelos furos.
4 Após 24 horas repita o processo, e após outras 24 horas dê o processo por finalizado.
5 Corte agora os tubos rente aos furos e tape-os com argamassa hidrófuga. Alise a parede.
6 Aplique um revestimento que permita retardar o aparecimento de salitre: deste tipo.
7 Finalmente, pinte na cor a seu gosto, utilizando uma tinta com boa resistência a limpezas frequentes, por exemplo: esta.
  • DICAS E SUGESTÕES
  • Toda a água que possa existir na parede precisa de vários meses para que se evapore por completo, só aí poderá confirmar se o seu trabalho foi bem sucedido;
  • Se após a realização de todos estes esforços o salitre voltar a aparecer passado pouco tempo, então terá um daqueles casos de dificuldade acrescida. Nestes casos pode recorrer a uma solução alternativa, que não será de modo nenhum a ideal, nem resolverá o problema de salitre que tem nas paredes, mas poderá dar um aspeto mais bonito e mais saudável às paredes da sua habitação; construa uma parede falsa em pladur/gesso cartonado, afastada alguns centímetros das paredes com o problema de salitre. Aconselhamos no entanto que resolva o problema existente quanto antes, a fim de parar a sua deterioração.

Ainda tem alguma dúvida?

Depois de ler o nosso artigo, se ainda ficou com alguma dúvida, consulte a nossa “Base do Conhecimento”. Nessa página encontrará resposta para as questões mais frequentes.

Base do Conhecimento

23 comentários

  1. Carla Gomes
    Carla Gomes
    26 Outubro, 2020 at 20:09

    Boa noite,
    Gostaria de saber se têm contactos de pessoas que tratam paredes com salitre, tal como recomendam.
    Preciso de um técnico para fazer uma intervenção.

    Reply
  2. Sérgio
    Sérgio
    28 Março, 2020 at 19:05

    Boa tarde. Tenho problemas de salitre no piso térreo e não percebi como tenho salitre em paredes interiores. Mas há cerca de 3anos raspei tudo apliquei vários produtos anti-salitre e durou 3anos, isso é considerado muito tempo ou pouco tempo? Obrigado

    Reply
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Post Author •
      29 Março, 2020 at 15:02

      Boa tarde Sérgio,

      No que toca aos problemas causados pelo chamado salitre e para as soluções aplicadas para o combater não existe um período que se considere curto ou longo. Este período, em que as paredes se encontram sãs depende de vários factores, nomeadamente da agressividade com que este ataca as paredes, dos materiais utilizados e do tipo de tratamento efetuado.

      Disponha sempre.
      Tintas e Pintura

      Reply
  3. Rita
    Rita
    28 Junho, 2019 at 16:14

    OLÁ
    Estou a fazer uma remodelação numa casa de r/c na madragoa. A parede da sala está com salitre, tem uma grande bolha perto do chão e já rebentou. Era precisamente a parede que eu queria deixar a pedra a vista tratada com hidrofugante. Será possivel tartar a parede assim? Manter a pedra a vista com hidrofugante? E o salitre não afeta?

    Reply
  4. Carlos Contreiras
    Carlos Contreiras
    21 Abril, 2018 at 16:52

    Ola gosto do vosso site e das vossas dicas.
    Gostava de receber as vossas novidades-
    Obrigado

    Reply
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Post Author •
      21 Abril, 2018 at 17:13

      Olá Carlos,

      Muito obrigado pelo seu contacto, pode assinar a nossa Newsletter que pode encontrar na página inicial, para passar a receber as nossas novidades.

      Melhores cumprimentos e disponha sempre.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Reply
    • Herventon Rocha
      Herventon Rocha
      14 Agosto, 2018 at 21:50

      Carlos. Boa tarde. No momento estou tratando de um problema como esse apresentado e sei como é dificil de resolver. Os produtos que uso é da linha concorrente, a Vedacit. Gostei de seus ensinamentos.

      Reply
  5. Toinho Sales
    Toinho Sales
    31 Janeiro, 2018 at 22:28

    Olá. Se colocar Cerâmicas nas paredes toda da cozinha, pode evitar a criação de Salitre?

    Reply
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Post Author •
      2 Fevereiro, 2018 at 18:46

      Boa tarde,

      Não! Se tiver problemas de salitre nas paredes, a colocação de cerâmicas não vai resolver o problema.

      Melhores cumprimentos.
      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Reply
      • Luciana
        Luciana
        15 Outubro, 2019 at 17:59

        Pois a colocação de cerâmica na parede da minha casa resolveu o problema do salitre sim. E já está com um bom tempo que coloquei a cerâmica.

        Reply
  6. Eldo
    Eldo
    20 Dezembro, 2017 at 11:05

    Olá moro em uma casa próximo a um manguezal e tenho problemas com o salitre na parede já fiz reboco várias vezes mas o problema volta a aparecer qual produto é indicado para esse problema não aguento mais ta gastando dinheiro com renovos que não resolve

    Reply
  7. Ana
    Ana
    10 Dezembro, 2017 at 19:10

    Boa tarde,
    Estou a ponderar forrar algumas paredes com “pladur”, paredes de um apartamento (num edificio antigo) que terão alguma humidade, parte dele em cave embora soalheiro e com ventilação natural. Tenho esta dúvida, posso fazer um revestimento completamente estanque?
    Obrigada

    Reply
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Post Author •
      11 Dezembro, 2017 at 20:02

      Olá Ana,

      Não percebi muito bem com o que quer dizer “completamente estanque”. Será que quer dizer, forrar completamente todas as paredes? Se é isso, a minha resposta é sim, pode forrar por completo todas as paredes e mesmo o teto, no entanto tenha em atenção que, se a humidade existente for em grande quantidade, deverá primeiro resolver esse problema na origem, pois as paredes não pararam de se deteriorar, o que lhe pode trazer problemas acrescidos no futuro.
      Em relação às paredes que pretende fazer, aconselho que as afaste uns centímetros das paredes da casa, para evitar a “contaminação” destas, pela humidade existente.

      Melhores cumprimentos.
      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Reply
    • Antonio Flausino
      Antonio Flausino
      19 Dezembro, 2017 at 23:09

      Boa noite Ana já tenho 26 anos de experiência com pladur já fiz milhares de m2 de forro de parede com muito salitre e nunca estivo qualquer problema mas entre a parede e a estrutura de fixação para o pladur coloco a tela de alumínio para evitar passagens para aplaca nunca ouve problema algum e resolve o problema de salitres e de pinturas

      Reply
  8. sognimod
    sognimod
    13 Setembro, 2017 at 17:35

    Boa tarde!
    De há tempos a esta parte que estou a tentar solucionar alguns problemas de infiltrações laterais e mesmo térmicos. Alguém me aconselhou o uso de membrana cerâmica mas, depois de várias pesquisas, não encontrei onde adquirir nem demais informação de preços e aplicação a não ser numa Empresa de Revenda / Construção. Mas queria saber mais, por exemplo, saber se esse tipo de membrana pode ser aplicado no interior sobre gesso que está em más condições. Grato pela atenção.

    Reply
  9. Susana
    Susana
    7 Setembro, 2016 at 12:53

    Boa tarde, Franklin.

    A sua solução resulta a longo prazo?

    E o que lhe parece tecnicamente, a solução de colocar umas placas da Wide, face à solução que apresenta?

    É que tenho o problema de salitros na sala a 30/50 cm de altura e vi a sua solução, que me agradou. Contudo, a empresa que está a efetuar a pintura falou-me de placas wide…

    Obrigada.

    Cumprimentos.

    Reply
  10. Paulo Roberto de Souza
    Paulo Roberto de Souza
    14 Julho, 2016 at 03:07

    Boa noite.
    A região onde estou residindo -Petrolina/PE, em muitos locais da cidade, o salitre é intenso no solo; muitas construções são feitas nesses locais sem os devidos cuidados – por exemplo, a grande maioria das casas não tem uma lage de impermeabilização. Então, o resultado é o sal invadir as paredes estragando todo o rebôco e o restante do acabamento. Qual a solução nesse caso? Sei que existem muitos paliativos, mas, existe uma solução definitiva, nesses casos?

    Reply
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Post Author •
      19 Julho, 2016 at 17:55

      Olá Paulo

      Lamentamos informar, mas como estamos em Portugal não conhecemos as soluções existentes no mercado brasileiro.

      Sempre ao dispor,

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Reply
Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

Cores Favoritas

As minhas cores favoritas

      Ainda não adicionou nenhuma cor à sua lista de favoritos!