Marcas

Tintas do Mundo – Barbot

As tintas Barbot nasceram no ano de 1920 na cidade do Porto, no rescaldo da I Guerra Mundial, fundada por Diogo Barbot, com a abertura de uma fábrica em Santo Ildefonso. BARBOT Sur...

Tintas Mundo Barbot

Tintas do Mundo – Barbot

As tintas Barbot nasceram no ano de 1920 na cidade do Porto, no rescaldo da I Guerra Mundial, fundada por Diogo Barbot, com a abertura de uma fábrica em Santo Ildefonso.

BARBOT

Surgiu assim uma empresa de cariz familiar, com uma imagem tradicional, para a qual o rigor, a segurança e a qualidade são características fundamentais. O material gráfico da época e embalagens da marca eram marcados com as iniciais do nome seu fundador Diogo Barbot (DB).
 
Após o falecimento de Diogo Barbot, foi construída uma nova fábrica em Laborim, já sob a responsabilidade de Carlos Aires Pereira que sucedeu o fundador da empresa. Em 1962 chega a vez de Zaida Barbot, filha do fundador, assumir a administração da Barbot, a qual é responsável pela criação da mais conhecida tinta da marca e líder em vendas a nível nacional da actualidade – a Dioplaste, uma das tintas que mais aportou inovação ao mercado na época e que marcou a história das tintas em Portugal. Os esmaltes martelados e a Tinta Diocril em substituição da Barbolina foram outros dos produtos lançados nesta altura.
Barbot
A história da Barbot ficou marcada pelo incêndio de 1981 que destruiu toda a fábrica da Rua do Padrão. É neste momento que a empresa sofre uma viragem e que se inicia um novo ciclo,  não só ao nível da administração que passa a ser liderada por Carlos Barbot (filho de Zaida Barbot), o actual presidente da empresa, como também a nível estrutural de todas as áreas que integram a Barbot.
 
Para garantir a continuidade do projecto iniciado por Diogo Barbot, Carlos Barbot (actual Presidente do Conselho de Administração) desenvolveu uma política de aquisições e parcerias que contribuíram para fortalecer a marca e alargar a oferta, ao mesmo tempo que se especializa nas diferentes áreas de actividade.
 
Em 1982, a Barbot iniciou a expansão e duplicação das instalações da fábrica, transferindo-as do Porto para Vila Nova de Gaia. A Barbot reestrutura-se e prepara-se para os novos desafios do futuro. Novas áreas foram criadas enquanto outras já existentes foram alargadas e melhoradas adaptando-se assim às novas exigências do mercado. Em resultado da estratégia delineada pela nova administração, em meados dos anos 80, a empresa apresentava uma equipa comercial reforçada, capaz de cobrir o país de Norte a Sul, uma frota logística própria e maior capacidade produtiva. Nos finais de 80 a empresa já contava com delegações da marca pelo país fora (a primeira delegação Barbot surgiu em Évora em 1987) e estava pronta para apostar na inovação.
 
Em 1992 a Barbot introduziu o sistema Barbotmix no mercado, um lançamento inovador que veio revolucionar o conceito logístico do mercado das tintas e permitiu aumentar a oferta de soluções de cores ao público. A Barbot foi a segunda empresa a nível nacional a disponibilizar da tecnologia do sistema de afinação de cores, permitindo a todos os seus clientes personalizar a tinta com a cor pretendida, num catálogo com mais de 30.000 tons.
tintas barbot
Em 1991, foi implementado o Programa de Qualidade Total, tendo obtido a Certificação NP EN ISO 9002 em 1994. Em 2001, a Barbot é distinguida com o galardão Trabalho Seguro que reconhece a aposta feita na criação de excelentes condições de Higiene e Segurança para os seus funcionários.
 
No seguimento de uma política de aquisições e parcerias para fortalecer a marca e alargar a oferta, implementada por Carlos Barbot, actual Presidente do Conselho de Administração, a Barbot adquire em 1994 a empresa de Tintas Sodulax e a ANPAL em 2000, as quais em 2003 passam a ser ANPAL SODULAX e ainda cria a MasterPaint.
 
Conseguida a consolidação do negócio, chega o momento da Barbot apostar em novos meios através da comunicação e no lançamento de produtos inovadores.
Tintas Barbot

Inicia-se assim outro ciclo para a Barbot

 
Surge assim a Tinta Cheiro a Maçã em 2001, um lançamento que contou com uma forte aposta em meios publicitários. Seguiu-se outra campanha para a Tinta Brancos de Portugal, mas logo a empresa redireccionou a sua estratégia de campanhas.
 
Posicionar a marca como referência na área da decoração, através da introdução de produtos inovadores, pioneiros e que acrescentem valor ao consumidor, passa a ser um novo objectivo para a Barbot. A marca entra assim no universo da decoração, tornando-se mais emocional e libertando-se do território racional onde se situavam na altura as marcas concorrentes, através de campanhas não direccionada a um produto, mas sim que envolvem um conceito. A assinatura da marca passa de “Os profissionais da cor” a “Novas emoções”, que mantém até hoje. A assinatura “Novas emoções” capitaliza um conceito de grande envolvimento e está associada à decoração, à valorização, à vaidade e até ao narcisismo da casa. Trata-se de um verdadeiro regresso à casa que é motivo de orgulho, a casa que concentra atenções, investimentos e emoções.
Casa viva barbot
As campanhas publicitárias “Primeira Casa Barbot” em 2002, “Segunda Casa Barbot” em 2003, “Casa Viva Barbot” em 2004 e “Minha casa Barbot” em 2006, resultam do novo posicionamento delineado pela Barbot.
 
Em 2007 a marca consolidou a sua da identidade corporativa através de um conceito criativo diferenciador e numa linguagem visual/gráfica inovadora, mais apelativa e moderna que veio “fechar um círculo” iniciado nas campanhas publicitárias desenvolvidas anteriormente, através da sua aplicação dos suportes de comunicação institucional da Barbot, como por exemplo o novo website www.barbot.pt (premiado em 2008 com uma menção honrosa no Prémio Briefing Design). É no decorrer deste ano que a newsletter Emoções é criada e a identidade Barbotmix é renovada, bem como os pontos de venda e frota da marca.
 
Em 2008 inicia-se mais um novo ciclo na história da Barbot. Uma nova campanha publicitária, “Novas Sensações Barbot” é lançada e é neste ano que a marca introduz no mercado, um dos seus produtos mais avançado a nível tecnológico, a tinta Anti-Age, baseada em nanotecnologia.
Barbot Angola
A entrada da Barbot no mercado Angolano é outro acontecimento que marca 2008 e que vem reforçar a política de expansão da empresa. A Barbot conquista assim um novo destino no seu mapa de internacionalizações e uma nova unidade fabril, desta vez localizada em Luanda onde, actualmente, a marca conta com três lojas próprias e prepara-se para abrir uma quarta.
 
Em 2009 a Barbot associa-se à reconhecida decoradora Graça Viterbo para criar um nova gama, a Barbot Choices by Graça Viterbo, a qual é lançada através de uma campanha publicitária multi-meios.
Emp Jallut
A internacionalização para Espanha dá-se também em 2009, com a aquisição da empresa de tintas Jallut. A Barbot encara agora o mercado ibérico como um todo e prepara-se para muitos outros desafios.
 
Actualmente a Barbot tem duas unidades fabris em Portugal, uma no centro de Vila Nova de Gaia, onde são fabricados os esmaltes e vernizes, outra em Canelas (inaugurada em meados de 2005) onde se dá toda a produção da Barbot em tintas aquosas. A marca conta com vinte e uma lojas próprias, distribuídas por Portugal Continental e com mais de mil revendedores. Para além de Portugal e Angola, os produtos Barbot são distribuídos em França, Benelux e Marrocos.
Barbot choices
Fontes: Site Barbot.

Ver Produtos Barbot

Ver Lojas Barbot

Ver Catálogos Barbot

Ainda tem alguma dúvida?

Depois de ler o nosso artigo, se ainda ficou com alguma dúvida, consulte a nossa “Base do Conhecimento”. Nessa página encontrará resposta para as questões mais frequentes.

Base do Conhecimento
Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

Cores Favoritas

As minhas cores favoritas

      Ainda não adicionou nenhuma cor à sua lista de favoritos!