Ajudamos a Pintar Portugal Desde 2005
Glossário de termos de tintas e pintura

Eflorescência

O termo “Eflorescência” refere-se a um fenómeno indesejado que ocorre na superfície pintada, especialmente em paredes interiores ou exteriores. A eflorescência é a formação de depósitos brancos e pulverulentos que aparecem na superfície da Tinta ou Argamassa.

Estes depósitos são compostos principalmente de sais minerais, como carbonato de cálcio ou sulfatos, que estão presentes nos materiais de construção, como cimento, Reboco, tijolos ou blocos de concreto. A eflorescência ocorre quando a água transporta esses sais minerais através dos poros dos materiais, e quando a água evapora, os sais ficam depositados na superfície, resultando na formação dessas manchas brancas.

A eflorescência pode ser causada por vários fatores, incluindo a presença de Humidade excessiva, Infiltração de água, falta de isolamento adequado, má ventilação ou até mesmo problemas estruturais. Esses fatores permitem que a água carregada de sais minerais se mova para a superfície e provoque a eflorescência.

Para prevenir ou lidar com a eflorescência, é importante tomar algumas medidas. Antes de pintar, certifique-se de que a superfície esteja completamente seca e livre de humidade. É recomendado aplicar uma argamassa de reboco de qualidade, com aditivos que ajudem a reduzir a Absorção de água. Além disso, é importante garantir um bom sistema de isolamento e drenagem, a fim de evitar a entrada de água nas paredes.

Se a eflorescência já estiver presente na superfície pintada, será necessário remover os depósitos antes de aplicar uma nova camada de tinta. Isso pode ser feito com escovas de Cerdas duras e água limpa ou com produtos químicos específicos para remoção de eflorescência.

A eflorescência em si não tem uma cura definitiva, uma vez que é um fenômeno causado pela presença de sais minerais e pela movimentação da água através dos materiais de construção. No entanto, é possível tratar a eflorescência e tomar medidas para minimizá-la e preveni-la no futuro.

Para tratar a eflorescência existente em uma superfície pintada, é necessário remover os depósitos de sais minerais antes de aplicar uma nova camada de tinta. Isso pode ser feito utilizando escovas de cerdas duras e água limpa ou com produtos químicos específicos para remoção de eflorescência. É importante seguir as instruções dos fabricantes e tomar as precauções adequadas ao manusear esses produtos químicos.

Após a remoção da eflorescência, é fundamental identificar e corrigir a causa subjacente do problema, como infiltração de água, falta de isolamento adequado ou má ventilação. A solução dependerá da origem específica do problema e pode envolver medidas como impermeabilização, reparo de fissuras, melhoria do sistema de drenagem ou melhor ventilação.

Além disso, ao repintar a superfície afetada, é recomendado utilizar materiais de pintura adequados e resistentes à eflorescência. Existem tintas específicas disponíveis no mercado que ajudam a prevenir a formação de eflorescência, pois possuem propriedades de vedação que minimizam a penetração de água e a movimentação dos sais minerais.

É importante ressaltar que a prevenção é a melhor abordagem para lidar com a eflorescência. Ao tomar medidas adequadas para evitar a entrada de água nas estruturas, garantir uma boa ventilação e utilizar materiais de construção de qualidade, é possível reduzir significativamente a ocorrência desse problema.

Este artigo foi importante para si?

ADVERTISEMENT