Ajudamos a Pintar Portugal Desde 2005
Glossário de termos de tintas e pintura

Metais não ferrosos

O termo “metais não ferrosos” refere-se a metais que não contêm ferro na sua composição principal. Eles são amplamente utilizados em diversas indústrias devido às suas propriedades específicas. Alguns exemplos comuns de metais não ferrosos incluem:

Alumínio: O alumínio é um metal leve, resistente à Corrosão e com boa condutividade térmica e elétrica. É amplamente utilizado na fabricação de estruturas, embalagens, utensílios domésticos, componentes eletrônicos e na indústria aeroespacial.

Cobre: O cobre é conhecido por sua alta condutividade elétrica e térmica. É usado em fios e cabos elétricos, componentes eletrônicos, tubos de água e aquecimento, além de ser um componente importante em ligas, como o bronze e o latão.

Chumbo: Apesar de ser tóxico, o chumbo ainda é utilizado em algumas aplicações, como em baterias automotivas, revestimentos de cabos e em soldas. Antigamente também era usado na produção de tintas.

Zinco: O zinco é frequentemente utilizado para galvanização, ou seja, revestimento protetor de outros metais, como o Aço, para evitar a corrosão. Também é utilizado na produção de ligas, como o latão.

Níquel: O níquel é amplamente utilizado em ligas, como o aço inoxidável, devido à sua resistência à corrosão e propriedades magnéticas. Também é usado em baterias recarregáveis, indústria química e eletrônica.

Titânio: O titânio é um metal leve, resistente à corrosão e com alta resistência mecânica. É usado em aplicações que requerem alta resistência e baixo peso, como aeronaves, implantes médicos e equipamentos esportivos.

Esses são apenas alguns exemplos de metais não ferrosos. Existem muitos outros, cada um com suas propriedades e aplicações específicas na indústria. A escolha do metal adequado depende das características necessárias para cada aplicação, como condutividade elétrica, resistência mecânica, resistência à corrosão, entre outras.

Entre os metais não ferrosos mencionados, o cobre e o zinco são comumente utilizados na produção de tintas. Aqui está uma explicação sobre como esses metais são empregados nesse contexto:

Cobre: O cobre é utilizado na fabricação de pigmentos utilizados em tintas, como o verde-de-veronese e o azul-de-verdete. Esses pigmentos são obtidos a partir da Oxidação do cobre, resultando em compostos de cor verde e azul. Além disso, o cobre também pode ser utilizado como um componente em tintas anticorrosivas, devido à sua resistência à corrosão.

Zinco: O zinco é frequentemente utilizado como um componente na produção de tintas anticorrosivas, como as tintas de zinco e as tintas ricas em zinco. Essas tintas contêm partículas de zinco metálico ou zinco em pó, que atuam como uma barreira protetora contra a corrosão, principalmente em estruturas metálicas expostas ao ambiente agressivo.

É importante ressaltar que, embora o cobre e o zinco sejam utilizados na produção de tintas, eles não são os únicos metais não ferrosos empregados nesse contexto. Existem outros pigmentos metálicos e aditivos que podem ser adicionados às tintas para conferir propriedades específicas, como Brilho, resistência e proteção. A seleção dos metais e aditivos adequados para cada tipo de Tinta depende das características desejadas e das necessidades de aplicação.

Este artigo foi importante para si?

Outros Termos

ADVERTISEMENT