Que tipos de primários existem?

Veja a resposta a esta questão.

Que tipos de primários existem?

– Primário para Fachadas: Fixa e regulariza as paredes, promove a aderência das tintas de acabamento e aumenta a durabilidade das tintas de acabamento;
– Primário de Aderência: Favorece a ligação entre a tinta e os suportes. Pode-se utilizar em interiores ou exteriores, em paredes, tectos e muitos outros suportes;
– Primário Anti-alcalino: É indicado no isolamento e selagem de paredes e fachadas, interiores e exteriores, novas ou sobre pinturas antigas, paredes estanhadas, superfícies pulverulentas, porosas, com diferentes tipos de absorções. Melhora a aderência ao substracto das pinturas posteriores e evita alguns problemas (manchas, etc) que poderão surgir nas pinturas devido à falta de uniformidade das massas, estuques e rebocos. Pelo facto de conter pigmentos, auxilia a opacificar defeitos e manchas;
– Primário Fixador: Destina-se fundamentalmente à agregação de partículas com fraca aderência e em fase de desagregação da superfície;
– Primário Isolante: Este permite a mudança de um sistema aquoso para sintético e vice versa sem incompatibilidade;
– Primário para Madeira: Para preparação de superfícies de madeira;
– Primários para Metais (Ferrosos e Galvanizados): Indicados para proteger estas superfícies;
– Primário Multi-Usos: Primários que podem ser utilizados em todas as superfícies, normalmente para promover a aderência da tinta de acabamento.

As minhas cores favoritas