Madeiras

Cinco erros a evitar no restauro de móveis de madeira

Trazemos-lhes umas breves dicas sobre como evitar alguns erros básicos quando pretender restaurar um móvel de madeira. Esperamos que esta dicas venham a ser úteis para todos os ama...

Cinco erros a evitar no restauro de móveis de madeira

Trazemos-lhes umas breves dicas sobre como evitar alguns erros básicos quando pretender restaurar um móvel de madeira. Esperamos que esta dicas venham a ser úteis para todos os amantes da bricolage caseira.

Neste tipo de trabalho, tal como em outros nesta área, existem alguns erros bastante comuns que se pode evitar e com isso conseguir-se um resultado de boa qualidade.

Neste caso, vamos ver quais são os erros mais comuns praticados quando se pretende voltar a dar vida a um móvel ou objecto decorativo em madeira.

Cinco erros a evitar no restauro de móveis de madeira

1 – Não Ter um Plano de Acção

Parece ser óbvio que antes de começarmos um trabalho deste tipo se perca algum tempo a planear o que vamos fazer, como o fazer e os materiais necessários. Infelizmente nem sempre é assim. Às vezes com o impulso de se começar o trabalho quanto antes, deixa-se para segundo plano este passo importantíssimo. Alguns móveis podem ser um pouco complicados de se restaurar, por isso é importante fazer um plano de acção antes de iniciar o trabalho. Qual a parte do móvel por onde se vai começar, o que vai ser necessário, etc. Uma lista de tudo o que vamos fazer, como se vai fazer e o material necessário. Este passo é de grande ajuda e vai facilitar o desenrolar do trabalho.

2 – Não Preparar a Madeira

Outro erro bastante comum é não se dar importância à preparação e à protecção da madeira, antes do acabamento. Por vezes a tentação é não se perder tempo com este passo e ir-se directamente para o acabamento. Nunca se deve fazer isso, uma boa e adequada preparação e protecção da madeira antes de se proceder ao acabamento é de extrema importância, para que o resultado final seja aquele que tanto ambicionámos.

3 – A Utilização de Materiais de Fraca Qualidade

Não há nada mais frustrante, depois de se ter tanto trabalho, do que devido à má qualidade dos produtos usados; primários, tintas, vernizes, pincéis, rolos, etc., o trabalho fique mal feito. Se vai fazer, faça bem feito! Invista em produtos de qualidade e adequados para o trabalho que vai realizar. Não estrague a sua “obra de arte” para poupar algum dinheiro.

lixar Madeira

4 – A Falta de Lixagem

Não se esqueça deste passo também tão importante. Sim, eu sei, lixar é chato e suja, mas para obter um trabalho final de qualidade este passo é tão importante quanto os outros atrás. Lixe devagar e uniformemente, use o tipo de lixa adequada (veja aqui), e com o grão também adequado ao trabalho, sempre nos sentido dos veios da madeira. Quando terminar remova todo o pó com um pincel ou uma escova seca.

5 – A Pressa

A pressa é inimiga da perfeição; já terá ouvido certamente este ditado popular. Na pintura esse ditado não podia estar mais correto, por isso, tal como não se deve lixar como se o mundo fosse acabar amanhã, também os outros passos devem ser dados com calma, não saltando etapas. Se for necessário aplicar várias camadas de tinta ou verniz, lembre-se de aguardar o tempo necessário entre demãos. Consulte sempre as instruções dadas pelo(s) produto(s) que vai utilizar.

Quando restaurar um móvel evite cometer estes erros, o seu trabalho irá ser recompensado com um resultado final muito melhor. Não só irá conseguir uma peça muito mais bonita como o deixará cheio de orgulho do trabalho que fez.

Ainda tem alguma dúvida?

Depois de ler o nosso artigo, se ainda ficou com alguma dúvida, consulte a nossa “Base do Conhecimento”. Nessa página encontrará resposta para as questões mais frequentes.

Base do Conhecimento

7 comentários

  1. Paulo Alexandre
    Paulo Alexandre
    19 Outubro, 2019 at 00:46

    boa noite, Carlos Santana
    meu nome Paulo Alexandre, uma questão sobre pintar tapa-sol ou persianas de madeira
    procuro um tipo de tinta oleosa ou aquosa que tenha maior durabilidade.
    e porque pergunto isto já por várias vezes que pinto as mesmas, preparando bem (levando a lixamento ) até à madeira e voltando a aplicar o devido primário, no espaço de uma ano voltou a levantar.
    Caso me possa aconselhar alguma marca especifica
    Sem mais outro assunto meus cumprimentos

    Reply
  2. Diana Carvalho
    Diana Carvalho
    23 Outubro, 2018 at 11:38

    Olá Bom dia
    Adorei as dicas acho que a pagina está muito interessante. Tenho um baú antigo que queria pintar. Está em muito bom estado e tem gravado por todo ele aquelas imagens de presépio que queria preservar. Todo ele é trabalhado desde o tampo aos pés, castanho escuro e com as dobradiças e fecho metálico dourado. Queria coloca lo branco, com os metálicos a prata e uma almofada rectangular por cima para servir de acento (ou decoração) numa entrada interior de casa. Podem dar-me algumas dicas? Qual a melhor tinta a usar e lixa? Uma vez que pretendo manter todas as gravuras do baú?
    Obrigada 😊

    Reply
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Post Author •
      24 Outubro, 2018 at 18:40

      Olá Diana,

      Pelo que me indica, parece que o baú se encontra envernizado, se assim for terá que retirar tudo até a madeira ficar como se fosse nova, através de lixagem ou raspagem. De seguida, deve proceder tal como se tratasse de uma madeira nova.
      Após lixagem ou decapagem limpar muito bem toda a superfície, aplicar 2 demãos de um primário/subcapa tipo este: https://goo.gl/pLF9tK e acabar com um esmalte aquoso acrílico.

      Para preparar a madeira siga os passos que indicamos neste artigo: https://tintasepintura.pt/passo-a-passo-para-restaurar-um-movel/

      Se verificar que surgiu alguma nova dúvida não hesite em contactar-nos de novo, teremos todo o gosto em continuar a ajudá-lo.

      Melhores cumprimentos.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Reply
  3. Paula Nunes
    Paula Nunes
    6 Fevereiro, 2018 at 12:44

    Boa tarde.
    Gostaria de saber se há formação prática para restauro de móveis de madeira? em Lisboa.
    Obrigada

    Reply
  4. mafalda
    mafalda
    13 Janeiro, 2017 at 19:36

    Olá adorei as dicas, foi pena nao ter vindo aki antes 🙁 eu comecei a pintar um pekeno movel que axo ke nem é bem madeira, mas tem um certo brilho e é liso, e isso me fez pensar que não era necessario lixar, e que nem iria conseguir isso com akele material, passei para a pintura, mas a tinta para alem de nao agarrar bem nao ficou homogenea. sinto.m perdida 🙁 nao sei o que fazer agora?! ja pintei varias demãos..e nao ha meio de resultar…experimento com spray? ou vou ter mesmo ke lixar a peça toda?
    cumprimentos.

    Reply
    • Tintas e Pintura
      Tintas e Pintura • Post Author •
      14 Janeiro, 2017 at 23:10

      Olá Mafalda,

      Muito obrigado pelo seu contacto. Em relação à sua questão, penso que deve ter pintado sobre algum tipo de madeira com revestimento laminado, e é por isso que a tinta não aderiu, porque alguns tipos de laminado são superfícies não porosas, quer dizer, são impermeáveis onde a tinta tradicional não agarra, tal como acontece por exemplo quando se pinta sobre vidro, azulejos, etc. Para estes casos existem primários “promovedores de aderência” que servem para isso mesmo, promoverem a aderência da superfície com a tinta de acabamento.
      Como já pintou, agora terá que lixar muito bem toda a superfície, depois aplicar o primário e finalmente pintar.

      Melhores cumprimentos e disponha sempre.

      Carlos Santana
      Tintas e Pintura

      Reply
Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

Cores Favoritas

As minhas cores favoritas

      Ainda não adicionou nenhuma cor à sua lista de favoritos!